__ (71) 3021-5353 ____ _ contato@rbdimagem.com.br

PPP de Diagnóstico por Imagem renova parque tecnológico das unidades

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em parceria com a Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD), está renovando o parque tecnológico das unidades de imagem da Parceria Pública Privada (PPP) com aparelhos modernos e de tecnologia avançada.

Na primeira unidade inaugurada pela PPP, no Centro Estadual de Oncologia (Cican), há um tomógrafo, cinco mamógrafos, sendo dois digitais e quatro preparados para realizar estereotaxia (coleta de material para biópsia), um aparelho de raios-x e dois equipamentos de digitalização de imagens (CRs). Já o Hospital Ernesto Simões Filho passou a contar com dois aparelhos de raios-x e um CR. No Hospital Geral de Vitória da Conquista, o tomógrafo será de 64 canais, e outro de 128 canais será instalado no Hospital Geral Roberto Santos.

Segundo o diretor médico da RBD, Gustavo Balthazar, os tomógrafos serão todos multislice (múltiplos canais), sendo, no mínimo, de 16 canais. “Esses equipamentos proporcionam exames mais rápidos e com maior nitidez. É possível fazer reconstruções em outros planos, inclusive em 3D, ajudando o médico na tomada de decisão e na realização de cirurgias”, explicou. Para o paciente, a tecnologia representa rapidez, maior segurança nos resultados, doses de radiação melhor controladas e menos tempo no hospital.

1470163152foto3

Balthazar ainda informou que os novos mamógrafos adquiridos produzem resultado com mais nitidez, evitando procedimentos desnecessários e invasivos. Quanto às ressonâncias magnéticas, todas serão de alto campo (1,5 tesla), com um software capaz de fazer as sequências de imagens mais básicas às mais avançadas, como espectroscopia e perfusão. “Tudo isso é muito importante no diagnóstico de tumores. Com essas tecnologias mais avançadas, temos diagnósticos mais precisos”, comentou o diretor médico.

Para os exames de raios-x, além dos aparelhos serem novos, todas as unidades terão equipamentos de digitalização de imagens (CR), excluindo a necessidade do processamento químico do filme. De acordo com Balthazar, os profissionais lidam, atualmente, com tecnologia limpa, boa para os técnicos, que não vão manusear produtos químicos, e também para os médicos, que vão ter à disposição, no computador, as imagens de raios-x para avaliar. Eles poderão ampliar e manipular estas imagens para melhor visualização e diagnóstico.

Sobre a informatização da Central Remota de Laudos (CRL), o diretor médico ressalta que os exames urgentes são laudados em até duas horas por especialistas de diversas áreas. Com o exame feito, as imagens são enviadas para a CRL, onde são avaliadas, e o médico que solicitou o exame recebe online, além das imagens, o laudo. “A CRL já funciona 24 horas todos os dias e temos duas unidades em fase plena – Cican e Otávio Mangabeira, mas também fazemos laudos do HGE, Roberto Santos, do Ernesto Simões e do Hospital Geral de Camaçari”, concluiu.

Deixe uma resposta

Fechar Menu